terça-feira, 2 de agosto de 2011

Procuro as palavras

Libertei a minha bolsa das palavras antigas gastas e muito usadas,quero palavras novas,preciso palavras de esperança que norteiem  o meu sentir e o meu viver,que sejam doces e amáveis,das outras julgo-me cansada soam-me mal e atabalhoadas chegam sem ser esperadas e normalmente proferidas por pessoas enganadas,ando enjoada vomito as palavras e atiro-as para onde mais ninguém as encontre...
(EU)

Sem comentários: