segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Gente...

Na minha frente vejo rostos desconhecidos mas em tudo parecidos ,
parecidos na luta ,nas tristezas,nas alegrias
rostos de sinais que o tempo amargou ,
vivem no presente que se esgotou,
na esperança de um futuro
que alguém anunciou.
Rostos de gente desconhecida ,gente que teima em sorrir ,
sorrisos abertos para além do sentir.
Alegro-me com tantos sorrisos em meu redor
transformo-os sem querer em centelha de amor,
teimosa sou eu que insisto na busca do ser ,
mesmo cansada de tanto viver ...
Consinto que me sorriam ,
façam-no por favor,
que é o melhor do meu dia
a hora que aquieta a minha alma vadia
Alma vadia cansada de querer
que deseja somente
outra alma colher...
(EU)
31-10-2011
18.30h

Sem comentários: