quinta-feira, 20 de outubro de 2011

O meu sol...

Seguro o sol na minha mão
tenho outras estrelas no meu espaço de acção.
Uma estrela de papel que guardo com ilusão
presa com um grande cordel
que chega em voo picado e me pousa no coração.
É uma estrela diferente que me ajuda e dá alento,
ela é minha,muito minha basta dizer-me bom dia
que logo faz sol num dia cinzento.
Temo que um dia se apague,a minha estrela de papel,
vou dar-lhe muita ternura embrulhada em flocos de mel.
De flores se enfeita um jardim
de estrelas se compõe o céu
de uma estrada de marfim
e de um amor que é só meu...
(EU)
20-10-2011
2300h

Sem comentários: